Rocky Edges High RP

Alexander “Alex” Morrison ♦ 17 anos ♦ Junior year ♦ Jesus Of Suburbia, Green Day ♦ Morada Cobain ♦ FC: Ashley Stymest ♦ Ocupado
Oh therapy, can you please fill the void?

Alex nasceu em Newport Beach, Condado de Orange, Califórnia. Filho primogênito de um cineasta e de uma artista plástica, já havia conquistado o coração dos pais de primeira viagem, Eric e Susan. Como estes costumavam dizer, o pequeno tinha olhos azuis hipnotizantes e sorriso de derreter corações, o suficiente para conseguir o carinho e atenção até dos mais casmurros. Até os dois anos de idade, antes de seu irmão Jake nascer, Alex era o centro de todas as atenções, mimos e paparicos. Quando o novo membro da família chegou, o pequeno mudou de atitude passando a ser uma criança ciumenta e um tanto quanto irritadiça, que mudava de humor vez ou outra sem qualquer motivo aparente.  Entendia que podia chamar a atenção de seus genitores através do choro e usava bastante desse artifício para conseguir o que queria, embora isso não significasse propriamente sua fraqueza, Alex apenas não aprendera outras artimanhas para falar de suas necessidades. Costumava atirar coisas em qualquer um que ousasse lhe desagradar, o que irritava sua mãe, que não tinha muita paciência com o instinto rebelde do pequenino, e cobrava de seu cônjuge pulso firme com a criança, o que acabava resultando em inúmeros desentendimentos presenciados pelo jovem.
Sempre frequentou os melhores lugares e escolas de ótima qualidade. Desde a tenra idade fora influenciado por sua família, a apreciar qualquer forma de arte, literatura, pintura, música, sendo esta última a única que realmente conseguia prender a sua atenção. Recebeu educação de primeira classe, aulas individuais de violão, piano e bateria, logo mostrando talento para este último instrumento, com o qual passava horas a fio, com a intenção de fazer o maior barulho possível,  que o impedisse de escutar as discussões entre seus pais, que a cada dia eram mais constantes, recheadas de agressões verbais.
Quando Eric e Susan se divorciaram, Alex não entendeu muito bem a situação, principalmente, quando foi anunciado que sua mãe formara uma nova família, com uma pessoa do mesmo sexo.  Aquilo revoltou o garoto de modo que este até hoje não consegue entender. Era como um holocausto emocional. Foi traumático para Alex ver tudo em que ele confiava, sua segurança, sua família desfazer-se diante de seus olhos. O segundo casamento de seu pai, trouxe lhe novas complicações e um indesejado meio-irmão, agora a madrasta e uma nova criança competiam pela atenção que outrora fora apenas sua e de seu irmão caçula. Estes conflitos internos começaram a se evidenciar no comportamento de Alex. Ele respondia aos adultos, recusava-se a fazer qualquer coisa que lhe fosse ordenada. Começou a utilizar drogas alguns anos depois. Ele abusava delas nas festas, depois com os amigos e, por fim, sozinho e diariamente. Isso ajudava Alex a esquecer sua vida doméstica. O que começou como um ritual social se tornou seu anestésico favorito.
Na época em que começou a tomar drogas, também passou a matar aulas regularmente. Quando cabulava aula com seus amigos, roubavam bebida da despensa dos pais de alguém. Mas Alex começou a cabular as aulas sozinho, saindo da segurança de seu bairro nobre e perambulando constantemente pelos subúrbios. Ele encontrava menos seus amigo e parecia alienado de tudo que não fosse música e sua própria raiva. Quando tudo parecia perdido na vida de Morrison, eis que surge a Rocky Edges como tábua de salvação. 

Player: Vivs

Alexander “Alex” Morrison ♦ 17 anos ♦ Junior year ♦ Jesus Of Suburbia, Green Day ♦ Morada Cobain ♦ FC: Ashley Stymest ♦ Ocupado

Oh therapy, can you please fill the void?

Alex nasceu em Newport Beach, Condado de Orange, Califórnia. Filho primogênito de um cineasta e de uma artista plástica, já havia conquistado o coração dos pais de primeira viagem, Eric e Susan. Como estes costumavam dizer, o pequeno tinha olhos azuis hipnotizantes e sorriso de derreter corações, o suficiente para conseguir o carinho e atenção até dos mais casmurros. Até os dois anos de idade, antes de seu irmão Jake nascer, Alex era o centro de todas as atenções, mimos e paparicos. Quando o novo membro da família chegou, o pequeno mudou de atitude passando a ser uma criança ciumenta e um tanto quanto irritadiça, que mudava de humor vez ou outra sem qualquer motivo aparente.  Entendia que podia chamar a atenção de seus genitores através do choro e usava bastante desse artifício para conseguir o que queria, embora isso não significasse propriamente sua fraqueza, Alex apenas não aprendera outras artimanhas para falar de suas necessidades. Costumava atirar coisas em qualquer um que ousasse lhe desagradar, o que irritava sua mãe, que não tinha muita paciência com o instinto rebelde do pequenino, e cobrava de seu cônjuge pulso firme com a criança, o que acabava resultando em inúmeros desentendimentos presenciados pelo jovem.

Sempre frequentou os melhores lugares e escolas de ótima qualidade. Desde a tenra idade fora influenciado por sua família, a apreciar qualquer forma de arte, literatura, pintura, música, sendo esta última a única que realmente conseguia prender a sua atenção. Recebeu educação de primeira classe, aulas individuais de violão, piano e bateria, logo mostrando talento para este último instrumento, com o qual passava horas a fio, com a intenção de fazer o maior barulho possível,  que o impedisse de escutar as discussões entre seus pais, que a cada dia eram mais constantes, recheadas de agressões verbais.

Quando Eric e Susan se divorciaram, Alex não entendeu muito bem a situação, principalmente, quando foi anunciado que sua mãe formara uma nova família, com uma pessoa do mesmo sexo.  Aquilo revoltou o garoto de modo que este até hoje não consegue entender. Era como um holocausto emocional. Foi traumático para Alex ver tudo em que ele confiava, sua segurança, sua família desfazer-se diante de seus olhos. O segundo casamento de seu pai, trouxe lhe novas complicações e um indesejado meio-irmão, agora a madrasta e uma nova criança competiam pela atenção que outrora fora apenas sua e de seu irmão caçula. Estes conflitos internos começaram a se evidenciar no comportamento de Alex. Ele respondia aos adultos, recusava-se a fazer qualquer coisa que lhe fosse ordenada. Começou a utilizar drogas alguns anos depois. Ele abusava delas nas festas, depois com os amigos e, por fim, sozinho e diariamente. Isso ajudava Alex a esquecer sua vida doméstica. O que começou como um ritual social se tornou seu anestésico favorito.

Na época em que começou a tomar drogas, também passou a matar aulas regularmente. Quando cabulava aula com seus amigos, roubavam bebida da despensa dos pais de alguém. Mas Alex começou a cabular as aulas sozinho, saindo da segurança de seu bairro nobre e perambulando constantemente pelos subúrbios. Ele encontrava menos seus amigo e parecia alienado de tudo que não fosse música e sua própria raiva. Quando tudo parecia perdido na vida de Morrison, eis que surge a Rocky Edges como tábua de salvação. 

Player: Vivs

posted 1 year ago with 1 note

  1. no-paraiso-x reblogged this from rockyedges-rp
  2. rockyedges-rp posted this